"Já se pode fazer autenticações de documentos por videoconferência" - Jornal de Notícias

«O Governo aprovou esta quinta-feira um diploma que permite a realização por videoconferência de determinados atos autênticos, autenticações de documentos particulares e reconhecimentos de assinaturas que exigiam a presença dos intervenientes perante conservadores e oficiais de registos, notários e advogados/solicitadores.

Segundo uma nota do Ministério da Justiça, para estes atos, que necessitavam no estrangeiro da presença de agentes consulares portugueses, a partir de 15 de novembro próximo, "vai passar a ser possível realizar através de videoconferência, caso os interessados o pretendam".»

Saiba mais aqui.

 

Publicado a 23/07/2021

Imprensa